terça-feira, 3 de julho de 2012

Eos

Eos era a titânide do amanhecer e do entardecer, e por isso sua principal função era abrir as portas do céu (Olimpo) para seu irmão (Hélios), que iria sair do olimpo para trazer a luz ao dia. E ela também abria as portas para ele voltar, enquanto sua irmã (Selene) cuidava da noite.

Ela, por ter uma maldição de Afrodite (que ficou enciumada pois Eos apaixonou-se por Ares, e ficou um tempo com ele) em que ela amaria muitos mortais, e um mortal bastante conhecido na mitologia grega em que teve filhos com ela foi o Titono, em que ela teve muito medo de envelhecer e (ou) morrer, então ela pediu aos deuses para que o deixassem imortal, mas ela esqueceu de citar a juventude eterna,  e então Titono ficou velho, sem nunca morrer. Eos pediu então a Zeus para que transformasse Titono em uma cigarra.
Filhos com Titono: Emátion e Mêmnon

Ela morreu pois certo dia ela se apaixonou por um caçador que já tinha uma esposa, mas mesmo sabendo disso, ela o raptou. De qualquer jeito, o caçador amava sua esposa. Em um outro dia, a esposa de Céfalo (o caçador) ficou com medo de que Eos pegasse ele novamente, e por isso foi atras dele. Céfalo viu algo, mas não podia ver direito o que era, e pensando que era um animal, ele matou. Logo ele percebeu que era sua esposa (Prócris), e quando viu que ela estava morta, ele se suicidou, jogando-se no mar. Zeus logo os transformou em estrela, pois ele estava muito comovido com o que ocorreu.

Postar um comentário